POR QUE NOSSOS DEDOS ESTALAM QUANDO SÃO ESTICADOS? FAZ MAL ESTALAR?

Entre os ossos dos dedos há a presença do líquido sinovial, que lubrifica a articulação e permite o movimento suave e indolor. Nesse líquido há gases dissolvidos e quando os ossos são afastados um do outro, ocorre uma queda brusca de pressão no fluido. A pressão mais baixa no líquido permite que os gases se juntem, formando bolhas. Por meio de imagens de ressonância magnética foi possível constatar que durante o afastamento dos ossos é criada uma bolha de gás dentro do líquido sinovial.

Esquema da articulação de um dedo (esquerda) e imagem obtida por ressonância magnética, mostrando a formação de uma bolha após o estalo (direita).

O som do estalo, quando os dedos são esticados, foi atribuído a formação súbita dessa bolha interarticular – ver figura.No entanto, há indicativos de que a magnitude do som causado pela formação dessa bolha de gás é muito pequena, mas o estalo das juntas pode ser ouvido facilmente em uma sala. Um estudo com modelagem de sons sugere que o colapso (mesmo que parcial) dessa bolha seja o responsável por originar o som do estalo.

Apesar da formação de uma bolha ser parte do mecanismo de estalo da articulação, a exata origem do som ainda é discutível. Uma coisa é certa: são necessários entre 15 e 20 minutos para essa bolha se desfazer e ser possível um novo estalo!

ESTALAR CAUSA DANOS AOS DEDOS?

Quando criança, o médico Donald Unger ao estalar os seus dedos era advertido por sua mãe. Segundo ela e outras autoridades adultas o ato de estalar os dedos causa artrite. O espírito científico de Unger levou-o a fazer um experimento controlado com ele mesmo. Ao longo de 50 anos, ele estalou as articulações dos dedos da mão esquerda pelo menos duas vezes por dia. Os dedos da mão direita não eram esticados e serviram como controle. Assim, os dedos da mão esquerda foram estalados mais de 36.000 vezes. Depois de meio século o seu experimento foi publicado na revista científica Arthritis & Rheumatism, relatando que ele não encontrou artrite em nenhuma das mãos, nem qualquer outra diferença significativa entre elas.

O médico Donald Unger. Um estudo com ele mesmo que durou meio século.

Estudos posteriores também não mostraram qualquer relação.Um estudo mais recente, comparou um grupo de “estaladores” habituais com um grupo controle. Foi constatado um discreto aumento da espessura da cartilagem (ver figura acima a localização da cartilagem) dos ossos dos “estaladores” frequentes, mas não ocorreu alteração da força de preensão manual. Isso não significa que o ato de estalar deixe os dedos tortos ou mais grossos. Portanto, as evidências científicas indicam que a relação entre o “ato de estalar” e a artrite, o entortar ou o engrossar os dedos não passa de mais uma das inúmeras crenças difundidas entre nós!

REFERÊNCIAS

Chandran Suja V, Barakat AI (2018) A Mathematical Model for the Sounds Produced by Knuckle Cracking. Sci Rep 8. 4600. https://doi.org/10.1038/s41598-018-22664-4

Kawchuk GN, Fryer J, Jaremko JL, Zeng H, Rowe L, Thompson R (2015) Real-Time Visualization of Joint Cavitation. PLoS ONE 10(4): e0119470. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0119470

Rizvi A, Loukas M, Oskouian RJ, Tubbs RS. (2018) Let’s get a hand on this: Review of the clinical anatomy of “knuckle cracking”. Clin Anat. 6:942-945. https://doi.org/10.1002/ca.23243

Unger DL (1998) Does knuckle cracking lead to arthritis of the fingers? Arthritis Rheum. 41(5):949-50. https://onlinelibrary.wiley.com/…/1529-0131(199805)41:5…

Yildizgören MT, Ekiz T, Nizamogullari S, Turhanoglu AD, Guler H, Ustun N, Kara M, Özçakar L. (2017) Effects of habitual knuckle cracking on metacarpal cartilage thickness and grip strength. Hand Surg Rehabil. 36(1):41-43. https://doi.org/10.1016/j.hansur.2016.09.001

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: